O enraivecimento enraivecido convencido desperto remetido no chão azul

A forca da Joana

Cantava a pança

Do forte amador

Em pleno fervor

E com o suave brilho

Do terreno ardido

Sentia muito temor

E o ódio, e a raiva

E os pensamentos na praia

Fizeram o vermelho enraivecido

Se tornar amor

Camila Matias  11/06/2014

11:03

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s